Entenda a importância do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)


Você já ouviu falar no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)? Ele foi criado a partir da Norma Regulamentadora 9 (NR9) com o objetivo de assegurar a saúde e a integridade dos trabalhadores no ambiente de trabalho.


Como o PPRA funciona?

A ideia central do PPRA é identificar os riscos decorrentes das atividades exercidas na empresa para apresentar métodos eficazes que reduzam ou eliminem esses riscos ocupacionais.


Isso significa que uma pessoa capacitada é designada para avaliar a empresa e, a partir daí, desenvolver uma estrutura base do PPRA. O indicado é que exista um planejamento anual com cronograma, estratégias e metodologias, registro dos dados e periodicidade nas ações do PPRA.


Também é preciso haver uma análise anual do PPRA para entender como ele se desenvolveu e quais são os ajustes necessários.


Quais riscos ambientais são averiguados?

Basicamente, eles são divididos em três grupos:

  • Agentes físicos: ruídos, condições anormais de pressão, vibrações, temperaturas extremas, radiações, ultrassom e infrassom.

  • Agentes químicos: produtos e substâncias que podem ser absorvidos pelo organismo e prejudicar a saúde, como poeira e gases.

  • Agentes biológicos: vírus, bactérias, parasitas e outros organismos vivos capazes de comprometer a saúde do colaborador.


Sua empresa já conta com o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais?


Se ainda não, entre em contato conosco!


3 visualizações0 comentário